+351 918 194 301

Quem Somos

Um safari em África é uma jornada de descoberta, seja o seu destino o oásis do Okavango Delta, as majestosas quedas de água de Victória ou as planícies do Serengueti. É uma jornada definida pela terra, as suas gentes e diferentes culturas e também a vida selvagem.

 

Como tal, uma viagem a este continente deverá ser planeada por um especialista em África, conhecedor profundo deste continente único.

 

Num continente onde pontuam mudanças sociais e políticas, um operador de safari tem de ter um particular sentido de compreensão e sensibilidade para com os interesses das comunidades locais e os requisitos da sua clientela internacional. Garantimos que só vendemos o que já conhecemos. Não vendemos por catálogo.

 

São estas qualidades, combinadas com anos de experiência que fazem da INTO AFRICA – Viagens e Safaris, Lda um dos mais respeitados operadores.

 

Antes de começar a planear a sua viagem, questione-se sobre:

 

• o que quer ver

• o que não quer ver

• o que mais lhe interessa

• as suas preferências gastronómicas

• se sabe andar a cavalo

• que animais o fascinam mais e quão perto gostaria estar

• se é uma pessoa de hotel de 5 estrelas ou se para si é tão aliciante passar umas noites numa tenda debaixo das estrelas

• se gosta de mergulho e de praias.

 

Fundada por IRENE GRILO, natural de Moçambique e africana de 4ª geração, nunca perdeu o contacto com Africa. Fala fluentemente cinco línguas, Português, Inglês, Francês, Italiano, Holandês, com conhecimentos de Alemão e Espanhol. Apesar de ter viajado por toda a Europa e América, é em África que encontra todo o equilíbrio através da natureza, daí regressar todos os anos. Tem anos de experiência em safaris efectuados anualmente e um profundo conhecimento da vida animal, adquirido através dos anos .

 

Conseguir que os nossos clientes entendam que são privilegiados ao visitar os últimos santuários de vida selvagem e da necessidade de salvaguardá-los é um dos nossos objectivos. Não oferecemos viagens pré-concebidas, mas sim individualizadas. Um safari connosco é uma aventura, cujos parâmetros são escolhidos por si. Através de nós terá um melhor conhecimento dos países onde operámos: África do Sul, Botswana, Malawi, Moçambique, Namíbia, Quénia, Tanzânia, Uganda, Zâmbia, Zimbabwe. Nestes países pode encontrar todos os elementos selvagens intactos, grandes populações de vida selvagem, praias ídilicas e acomodações únicas.

FOTOS

  •  

    Ecologista e ambientalista, fundadora da organização sem fins lucrativos “ÁFRICA VIVE” (recolhe fundos para defesa de habitats em África e defesa de animais selvagens, bem como apoia organizações portuguesas de abandono e maus-tratos de animais domésticos); Membro do “JANE GOODALL INSTITUTE”; Membro e colaboradora do “FRIENDS OF NGAMBA ISLAND CHIMPANZEE SANCTUARY” no Uganda; Membro e colaboradora do “BIG CAT TRUST” na Tanzânia; Membro fundador da Unidade de Patrulha Anti-Caça Furtiva do Caprivi Strip na Namíbia; Membro do “LIVING WITH THE ELEPHANTS FOUNDATION” no Botswana. Coordenadora científica, co – guionista e assistente de realização da série RTP/VCFILMES: “Reis da Selva”. Fotojornalista conservacionista.

PROJETOS

  •  

    ÁFRICA VIVE

     

    Projecto criado em 2001 por Irene Grilo com a finalidade de angariar fundos através de exposições fotográficas e vendas de albuns para projectos em África, criando simultâneamente um alerta aos perigos e extinção de várias espécies e seus habitats no continente Africano.  Este projecto também ajuda projectos Portugueses de animais domésticos maltratrados e abandonados.

  •  

    LIVING WITH ELEPHANTS

     

    O casal Douglas & Sandi Groves adoptou dois elefantes ainda bebés, JABULANI E THEMBI ao qual se juntou MORULA, um elefante fêmea que ia ser abatida por causar distúrbios num acampamento na África do Sul. Jabulani e Thembi iam ser vendidos para um circo. Pela aritmética natural, os elefantes irão sobreviver Douglas & Sandi, assim um fundo foi iniciado denominado de “Thembi’s Trust” para assegurar a manutenção e sobrevivência destes 3 elefantes que residem numa concessão privada do Delta do Okavango com o casal, de forma selvagem. O ideal seria o trio integrar-se numa manada de elefantes, mas tal nunca sucedeu. Irene Grilo conheceu Doug, Jabu e Thembi com um ano de idade.

     

    Saber mais...

  •  

    BIG CATS INICIATIVE

    CAUSE AN UPROAR

     

    O declínio dos grandes felinos tem sido devastador, ao ponto de termos mais Leões Africanos em zoos e confinados do que selvagens. Neste momento os números são de cerca de 25.000 leões selvagens. Dereck Joubert e Beverly Joubert, Explorers in Residence da NG deram início a este projecto em conjunto com a National Geographic.

    Medidas drásticas têm e estão a ser tomadas agora e de forma imediata ou os grandes felinos serão extintos. Africa não é um documentário da NG, a realidade é diferente e os leões Africanos correm risco de extinção nos próximos 20 anos.

     

    Saber mais...

  •  

    NGAMBA

    ISLAND

     

    Projecto único de reabilitação de chimpanzés maltratados e confiscados na Ilha de Ngamba no Lago Victoria no Uganda. Inserido no projecto da Jane Goodall Institute. Apesar das diferentes idades, é o único santuário que conseguiu com sucesso uma integração plena e completa entre os grupos de diferentes idades. Estes chimpanzés vivem de forma selvagem no entanto, a ilha não é suficientemente sustentável a nível de alimentação sendo necessário que os mesmos tenham uma dieta diária complementar.

     

    Saber mais...

  •  

    RHINOS WITHOUT BORDERS

     

    Great Plains Conservation & and Beyond uniram forças para comprar e transferir 100 rinocerontes da África do Sul para Botswana, devido ao massacre horrível que o rinoceronte e números chegaram a caça furtiva na África do Sul.
    Esta é uma operação extremamente cara e muitos operadores estão envolvidos, como é o nosso caso.
    O Botswana é conhecido por regras muito estritas quanto à caça furtiva com a  política de "atirar para matar".
    Rinocerontes terão uma maior oportunidade de vingar neste país, dado que até agora, o governo da África do Sul não fez a prova para ser eficaz com seus esforços.

     

    Saber mais...

DISCLAIMER

A INTO AFRICA é detentora dos direitos das imagens apresentadas, as quais não podem ser utilizadas sem a prévia autorização da mesma, bem como das informações aqui veículadas. Todas as infrações serão reportadas às entidades legisladoras e serão feitas as diligências necessárias para que a usurpação dos direitos de autor seja punida, e os mesmos sejam preservados!

© Copyright 2014. A INTO AFRICA é detentora de todos os direitos. Desenvolvido por UNSPOTDESIGN.